100%

Sessão da Câmara Municipal de Urussanga - 29 de maio - Notas do Plenário:

Elson Roberto Ramos (MDB) registrou sua solidariedade à paralisação dos caminhoneiros e afirmou que o protesto acontece em razão das altas taxas de impostos cobradas no País. De acordo com o Vereador, as reivindicações refletem a insatisfação de toda a população que não aguenta mais pagar tantos impostos. Elson criticou os gastos com a manutenção do Congresso Nacional e cobrou medidas dos parlamentares para diminuir os custos do Legislativo Federal. Para o Vereador, o protesto é justo porque as altas cargas tributárias não se transformam em benefícios para o povo brasileiro.

Vanderlei Marcírio (MDB) declarou apoio às reivindicações propostas pelos caminhoneiros, mas disse estar pessimista quanto ao resultado efetivo das paralisações. Segundo o Vereador, as manifestações extrapolaram os R$ 0,46 (quarenta e seis centavos) propostos pelo governo para diminuição do valor do diesel, e demonstram a insatisfação da sociedade com a corrupção entranhada no sistema político nacional. O Vereador teme que os valores da redução do diesel sejam repassados pelo governo para outros produtos, resultando em mais uma conta a ser paga pela sociedade.

Gilson Casagrande (PP) esclareceu que problemas com excesso de atendimentos em alguns postos de saúde se devem à preferência da população por determinados médicos que, ao serem transferidos, acabam atraindo os seus antigos pacientes. O Vereador registrou que a pavimentação no Bairro São Pedro deve começar em breve, em razão do fim do prazo para que a empresa vencedora da licitação seja questionada judicialmente. Em relação à mobilização dos caminhoneiros, o Vereador ressaltou o sofrimento da categoria e a dificuldade para sustentarem as próprias famílias devido ao custo do diesel e o baixo preço do frete.

José Carlos José (PP) destacou a beleza do desfile das famílias em comemoração aos 140 anos de Urussanga realizado no último sábado e a passagem dos 25 anos de sacerdócio do Padre Jiovani Manique Barreto. O Vereador disse ser favorável à paralisação dos caminhoneiros, mobilizados pela redução dos preços dos combustíveis. José Carlos ressaltou que a redução no tempo de serviço para aposentadoria dos caminhoneiros deveria ser incluída na pauta de reivindicação dos sindicatos, pois a categoria  tem uma extensa jornada de trabalho e merece o direito de se aposentar aos 25 anos de exercício da profissão.

Jair Nandi (PSD) afirmou que os caminhoneiros vêm há muitos anos pagando para trabalhar e neste momento chegaram ao seu limite, merecendo o apoio de toda a sociedade. Para o Vereador, o governo pecou ao não enxergar a gravidade da situação e assim ter tomado uma decisão eficiente e que evitasse a paralisação do País. O Vereador cobrou uma boa gestão dos recursos Federais e explicou que nos últimos 20 anos a máquina pública aumentou seus gastos em 460%, sendo que a economia não teve este crescimento. Segundo o Vereador, os brasileiros pagam as maiores taxas de impostos do mundo e os serviços não funcionam.

Braz Cizeski (PDT) registrou que o Brasil vive um dos piores momentos de sua história, com a sociedade chegando ao limite graças à irresponsabilidade dos governantes diante das demandas da população. O Vereador alertou para a necessidade de se construir um novo modelo de sociedade voltada para a gestão eficiente dos recursos públicos. Braz destacou que desde que assumiu a cadeira no Legislativo Municipal, vem se posicionado e mostrando a urgência de se rever o alto custo de manutenção das estruturas públicas no País.
Protocolos desta Publicação:Criado em: 30/05/2018 - 09:22:31 por: Wilson Adriani Joaquim - Alterado em: 30/05/2018 - 14:24:19 por: Larissa Xavier Teixeira

Notícias

DECRETO LEGISLATIVO Nº 03/2018
DECRETO LEGISLATIVO Nº 03/2018

OUTORGA TÍTULO HONORÍFICO DE CIDADÃO HONORÁRIO DE URUSSANGA AO SENHOR ANTÔNIO CÉSAR DE MEDEIROS PEREIRA, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.